17 de mar de 2010

Adoro Detesto

Odeio sua sensatez mulambenta
odeio sua presença negligente
odeio seu discurso puro indecente
odeio seu cafajestismo fofo
seu sorriso torto de noite comprida
odeio sua razão disléxica
odeio sua irreverência estética
odeio seus sentimentos estáticos
odeio sua paixonite fanática
odeio suas palavras sem fonética
suas historinhas matemáticas
odeio seu hábito esporádico
seu cinismo enfático
sua dor camuflada emblemática
odeio seu poder de explicação
odeio seu transparente reflexo
odeio sua risada sorumbática
odeio seu amor inconsciente
sua certeza dubitável
seu rosto exclamando inexpressão
odeio sua genialidade
odeio sua inteligência
odeio sua capacidade de repor formas
odeio seu temperamento profundo
odeio seu charme vagabundo

SÓ AMO VC POR SER TUDO ISSO!

Carola Bitencourt
Para o meu querido amigo Tomas Paoni, a quem agradeço pro ainda me fazer acreditar que poesia existe, pelo menos a que ele escreve!